Photography

eu

© Bernardo Martins 2013

 

A verdade é que a mudança aconteceu muitas vezes sem que eu quisesse ou sem que eu controlasse a direcção que tomava.
A mudança foi acontecendo quase sempre devagar, como o novo eu a empurrar o antigo até lhe tomar o lugar. Uma vez ou outra, fui apanhada por convulsões que me fizeram transitar bruscamente entre o que era e o que passei a ser. De qualquer maneira o processo é sempre o mesmo: um eu dá lugar a outro eu e depois a outro e a outro e a outro. Mas acredito que nunca nos perdemos, uns e outros, completamente de vista.

Em Busca D’Eus Desconhecidos, Dulce Maria Cardoso in Granta I

Advertisements
Standard